Omissões Virtuais


Dois ministros do supremo comando da pátria faltaram a uma sessão virtual de turma. Os assuntos ali tratados na ocasião pouco interessam. Ou interessam demais, não se sabe. Fato é que os senhores ministros fingiram desconhecer que são funcionários públicos. Se ausentar de sessão virtual sem justificativa durante o horário de trabalho, antes de qualquer punição ou natural execração da opinião pública, deveria envergonhá-los.

No Vasco, um iluminado que decidiu recentemente se apresentar como candidato à presidência fez o mesmo: faltou à sessão virtual que aprovou atas que indicam a reforma do estatuto do clube, inclusive com a previsão de eleições diretas.

Não se sabe se o doutor Jorge Salgado é contra ou a favor da reforma estatutária. Não se sabe se ele é contra ou a favor de eleições diretas. Sabe-se, apenas, que ele se omitiu, ao faltar a uma sessão virtual sem justificativas. Possivelmente, se julgando tão predestinado quanto qualquer ministro de supremo comando da pátria.

E então, como sou vacinado contra predestinados, gostaria apenas de trazer à luz algumas recordações intrigantes.

A primeira é que o doutor Salgado aponta em seu currículo esportivo o asterisco de ter sido conselheiro do Ricardo Teixeira. Inclusive, sucedeu Eurico na diretoria de futebol da CBF. Enquanto a seleção brasileira, com Eurico, conquistou uma competição que não via há 40 anos, na Copa de 90 seu sucessor criou uma espécie de concentração democrática. Deu no que deu.

Outro fato notável é que o doutor Salgado, nos idos de 2009 e depois de 20 anos longe da linha de frente no Vasco, decidiu ser conselheiro de novo (reparem bem como a função “conselheiro” é sempre a predileta, talvez para brincar de “comigo não tá” quando o bicho pega) , dessa vez da República das Bananeiras. Novamente, àgua.

Começa mal a candidatura de um predestinado do Olimpo das grandes sumidades que opta por se omitir no assunto mais sensível ao Vasco no momento. Porém para não dizer que tenho minhas dúvidas sobre o candidato, cravo logo: tenho todas as certezas.

João Carlos Nóbrega

One thought on “Omissões Virtuais

  • 10 de August de 2020 at 11:33
    Permalink

    Porra! Que cacetada.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *